domingo, 22 de abril de 2018

Respeito é Bom e Nós Gostamos

Outro dia assisti um documentário sobre Bob Dylan, nele o cantor de folk toca e canta, juntamente com Joan Baez, no comício de Martin Luther King, em 1963. Era um comício sobre o Direitos Civis. Vejo aquela multidão assistindo o show e me pergunto, será que eles foram respeitados? Em algumas coisas sim. Mas tiveram muita luta pela frente. Então penso em nós brasileiros, que em vez de estarmos lutando lado a lado contra a corrupção, estamos nos xingando nas redes sociais. Espero sinceramente que isso acabe logo e que tomemos consciência que o inimigo é outro. A ganância e a corrupção se entranharam não só na politica, como no meio de uma boa parte da nossa população. E agora que temos a oportunidade de usarmos a internet, essa poderosa ferramenta contra eles, nós ficamos nos digladiando, ofendendo e ameaçando uns aos outros. Se eles pudessem já teriam acabado com a internet, sabem por que? Porque ela tem o poder de esclarecer, de libertar nossas mentes. Acordem e façam bom uso dela, ao invés de ficarem botando nariz de palhaço e se igualando aqueles que nos querem dominados. Respeitem a si mesmos, só assim seremos respeitados. Victor S. Gomez

sábado, 21 de abril de 2018

Clementina de Jesus

Clementina de Jesus, a rainha Quelé.

Nascida na comunidade do Carambita, bairro da periferia de Valença e tradicional reduto de jongueiros no sul do Rio de Janeiro, Clementina era filha da parteira Amélia de Jesus dos Santos e do capoeira e violeiro Paulo Batista dos Santos. Mudou-se com a família para a capital aos oito anos de idade, radicando-se no bairro de Osvaldo Cruz, tendo estudado em regime semi-interno o Orfanato Santo Antonio onde desenvolveu crença católica. Criança, aprendeu com sua mãe rezas em jejê nagô e cantos em dialeto provavelmente iorubano. Destas influências resultam um misticismo sincrético e uma musicalidade marcada pelo samba e cantos tradicionais de escravizados do meio rural.


Lá acompanhou de perto o surgimento e desenvolvimento da escola de samba Portela, frequentando desde cedo as rodas de samba da região. Em 1940 casou-se e mudou para a Mangueira. Trabalhou como doméstica por mais de 20 anos, até ser "descoberta" pelo compositor Hermínio Bello de Carvalho em 1963, que a levou para participar do show "Rosa de Ouro", que rodou algumas das capitais mais importantes do Brasil e virou disco pela Odeon, incluindo, entre outros, o jongo "Benguelê". Devota da Igreja de Nossa Senhora da Glória do Outeiro, participava de festas das igrejas da Penha e de São Jorge, cantando canções de romaria. Considerada rainha do partido alto, com seu timbre de voz inconfundível, foi homenageada por Elton Medeiros com o partido "Clementina, Cadê Você?" e foi cantada por Clara Nunes com o "P.C.J, Partido Clementina de Jesus", em 1977, de autoria do compositor da Portela Candeia.

terça-feira, 10 de abril de 2018

'BANDA AGENDA' dá Show no Carnaval de Rio Preto

Fotos: Luiz Vianna   

A BANDA AGENDA (Metais), consagrada em seus 30 anos carreira em todo o Brasil esteve na região, mais exatamente em Rio Preto, Estado de Minas Gerais, na sexta-feira, dia 09 de fevereiro, quando às 23:00 horas fez a abertura oficial do tradicional Carnaval da cidade mineira.



A BANDA AGENDA não economizou em seu repertório de Carnaval, procurou atender a todos os gostos dos foliões e foi citada por diversas pessoas como a surpresa do Carnaval Rio-Pretano, tendo sido elogiada publicamente pelo próprio Prefeito Inácio Ferreira e por alguns secretários do Governo Municipal.



Os nove componentes da Banda fizeram a diferença com os metais,  apresentando com três cantores no palco um repertório bem  elaborado que animou os foliões da cidade e de várias partes do Brasil.



O Diretor e Fundador da BANDA AGENDA, Cláudio Kelly, e o Produtor Luiz Carlos Vianna (grande produtor musical do Rio de Janeiro nos anos 80) agradeceram ao Prefeito Inácio Ferreira e às demais autoridades municipais de Rio Preto por terem confiado e prestigiado a BANDA AGENDA no Carnaval de 2018, e também ao público que cantou e dançou grandes sucessos na praça central.