quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

Biblioteca Real de Alexandria



Talvez a maior biblioteca do mundo antigo, a Biblioteca Real de Alexandria, teve seu auge durante a dinastia dos Ptolomeu. Acredita-se que tenha existido até o domínio dos romanos sobre o Egito. Fundada no século III a.C., mais exatamente durante o reinado de Ptolomeu II, supõe-se que tenha tido em seu acervo mais de um milhão de volumes. 

Vários incêndios destruíram parcialmente a Antiga Biblioteca de Alexandria, um deles é atribuído a Julio Cesar, que teria botado fogo em seus próprios navios. O incêndio teria começado nas docas e se espalhado até a biblioteca. Em 646 um incêndio acidental toda biblioteca foi destruída.

O principal objetivo da Biblioteca de Alexandria era preservar e divulgar a cultura nacional do antigo Egito. Em suas salas foram traduzidas para o grego as Escrituras Hebraicas, por 72 eruditos judeus.


Grandes nomes da Alexandria
Euclides: Matemático
Aristarco de Samos: Astrônomo
Arquimedes: Matemático e Inventor
Calímaco(c. 305-c. 240 a.C.): Poeta e Bibliotecário grego
Eratóstenes: Polímata (conhecedor de muitas ciências)
Galeno: Médico
Herófilo: Médico
Hipátia: astrônoma, Matemática e Filósofa
Ptolomeu: Astrônomo

0 comentários:

Postar um comentário

Caso tenha gostado do que encontrou aqui, comente o artigo que acabou de ler.