segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Arte e Artesanato em Vidro Fusing


A arte do fusing surgiu na Mesopotâmia, mais precisamente no Oriente Médio e de lá para cá muito se aprimorou essa técnica. Vários grandes artistas colaboraram com imensos avanços, para que as obras em vidro fusing chegassem ao patamar de hoje. E os que continuam nessa busca incessante, pela beleza do vidro, são os amigos Sérgio e Paula.

A sensibilidade, o amor, e o carinho depositado nas peças de artesanato fabricadas por esses dois artistas, que bem podem ser comparadas a obras de arte, mostram que só quem ama e se dedica incansavelmente ao seu trabalho é que chega ao sucesso.




"Há mais ou menos nove anos atrás vi pela primeira vez um trabalho em fusing e fiquei impressionado com a beleza do vidro, com suas cores vibrantes e delicadas.


Comecei a ler sobre isso e vi que o vidro já era conhecido pelos egípcios e persas há 4000 anos, os quais dominavam a arte de formação do vidro

No século passado começaram a aparecer alguns trabalhos em fusing, com o renascimento e popularidade dessa arte, novos avanços em termos de tecnologia foram surgindo."



"O vidro fundido é uma arte na qual o artista coloca entre duas placas de vidro, sais metálicos para obter cores e textura diferentes, que colocadas em um forno a 800º C, tendem a assumir a forma do molde onde são colocadas.

Há oito anos minha afilhada Ana Paula, na época com 16 anos, começou a trabalhar comigo e juntos desenvolvemos uma técnica que vem de vários experimentos, na qual fazemos com muita criatividade."



Fazemos quase tudo em fusing, cinzeiros, saboneteiras, cubas para lavabo, azulejos, espelhos, jóias com prata, e podemos também fazer sua encomenda.

Vendemos nossos trabalhos na Feira Hippie de Ipanema, no Rio de Janeiro, aos domingos de 9:00 às 18:00 horas.

Venha conhecer a maior Feira de artesanato do mundo, ou contate-nos pelo Email sergiosusana@gmail.com que faremos seu orçamento sem compromisso, entregas a combinar.

0 comentários:

Postar um comentário

Caso tenha gostado do que encontrou aqui, comente o artigo que acabou de ler.