terça-feira, 1 de julho de 2014

A Evolução do Artesanato Através dos Tempos

Após o período neolítico, começaram a ser domesticado os primeiros animais. A domesticação de gatos, cães, porcos, burros, vacas, ovelha, patos, vieram influenciar o artesanato da época. Nos templos eram registrados os animais levados para sacrifício e interpretação de augúrios. Na cultura da mesopotâmia, os animais que tinha mais importância, eram o leão e o touro. Os patos e gansos eram criados na mesopotâmia desde 2500 a. C. e influenciaram na fabricação de peças artesanais, como o estojo na foto.


A cerâmica mais antiga é datada do 11º milênio a. C. no Japão. No Oriente médio ela só apareceu três mil anos depois. A fragilidade dessa cerâmica mostra que pertenciam a povos sedentários, pois quebravam facilmente, por isso não podiam ser transportadas. A primeira noticia que se tem da utilização do torno na fabricação dessas peças, são de 4500 a. C. Nessa época já se polia, cinzelava, gravava e fazia incrustações nos utensílios. E vidrar só foi possível depois de 1500 a. C.

No 7º milênio a. C. surge um cerâmica castanho-achocolatada, com motivos muitas vezes surpreendentes, pertencentes à cultura Samara do sul do Iraque. Feitos de alabastro jaspeado, essas talhas, potes e tigelas, eram de uma beleza sem igual. Feitas em fornos de dois metros de diâmetro e muito comercializadas no norte do Iraque.

Mais sobre o Período Neolítico
http://pt.wikipedia.org/wiki/Arte_do_Neol%C3%ADtico

http://www.brasilescola.com/historiag/prehistoria-americana-periodo-neolitico.htm

http://www.suapesquisa.com/pesquisa/neolitico.htm

0 comentários:

Postar um comentário

Caso tenha gostado do que encontrou aqui, comente o artigo que acabou de ler.