quinta-feira, 25 de junho de 2015

Folia de Reis é Arte e Muito Mais

Arte, Cultura, Cidadania, isso tem tudo a ver com Folia de Reis.

O respeito as tradições, a religião, a evangelização, também é parte integrante da Folia de Reis.

Preservar essa cultura não é somente um ato de cidadania, mas é também preservar a arte e a dignidade de um povo, que luta em condições muito difíceis, para manter essa tradição que atravessa o tempo.

Apoie a AGFORV - Associação de Grupos de Folias de Reis de Valença - RJ.
Preserve nossa cultura!
Compartilhe nossa Folia de Reis!
https://www.facebook.com/afoliasdereis


Aqui falo um pouco sobre a Bandeira da Folia de Reis e sobre o que ela representa para os foliões:

A bandeira  tem uma representação religiosa muito forte na Folia de Reis, por isso é tratada com muito respeito pelos foliões e pelas pessoas que a recebem em suas casas.

A Bandeira é carregada respeitosamente pelo Bandeireiro ou Alferes da Bandeira e é apresentada ao dono da casa, que lhe dará o donativo oferecido pela família.


"A Bandeira, chamada de "Doutrina", é feita de pano brilhante. Nela é colada uma estampa dos Reis Magos.Representa diretamente o menino Jesus. Constitui o elemento sagrado da Companhia e assim é tratada: beijam-na respeitosamente os moradores das casas visitadas, é passada com muita fé sobre as camas da residência e nunca pode ser colocada num lugar menos digno. Esse respeito perdura durante o ano todo, mesmo passada a época de Reis: na casa onde fica guardada, há orações periódicas diante dela. No universo cultural de nosso povo, a Bandeira é a representação dos três Reis; por isso, explicam os Mestres, ela deve ir sempre à frente pelos representantes dos pastores que seguiram os Reis Magos."

Chico da Folia, Presidente da AGFORV, aprecia uma 
Bandeira na exposição de máscaras de Folias, em Vassouras.

sábado, 20 de junho de 2015

Criação - Gore Vidal

O escritor Gore Vidal nasceu em 1925 na Academia Militar de West Point. Filho de um pioneiro da aviação norte-americana. Foi criado em Washington onde seu pai trabalhou para o governo Roosevelt e seu avô foi o senador T. P. Gore. Ingressou na literatura quando adolescente, escrevendo contos e poemas. Publicou seu primeiro romance aos 21 anos quando servia nas Forças Armadas durante a Segunda Guerra Mundial, mas nos anos 50 passou a sofrer perseguições por parte dos conservadores liderados pelo senador McCarthy. Tendo sido um crítico cáustico das posturas belicistas adotadas pelos dirigentes norte-americanos.

fonte: wikipedia.org

Um dos mais fascinante livros de Gore Vidal, Criação, conta história da humanidade antes de Cristo. Ciro Espítama, neto do profeta Zoroastro, é diplomata do Imperador da Pérsia, Xerxes. O livro relata suas viagens oficias do Mediterâneo à Índia, na época em que viveram personagens como: Buda, Confúcio, Sócrates, Péricles entre outros.

quinta-feira, 11 de junho de 2015

Dia dos Namorados na Feira Hippie de Ipanema

Passe o dia dos namorados na Feira Hippie de Ipanema!

No final dos anos sessenta em plena ditadura militar, um grupo de jovens, artistas plásticos e artesãos do Movimento Hippie, criou a Feira Hippie de Ipanema. A Feira continua Jovem, e hoje, tradicional, é visitada não só por cariocas assíduos, como por turistas do Brasil e do mundo inteiro, que chegam em busca das expressões populares da cultura. Moderniza-se a cada domingo e deve fazer parte de todo roteiro turístico na Cidade Maravilhosa.


Muita coisa mudou daquela época até hoje. O mundo mudou, e nosso país também vêm sofrendo transformações, que podem ser boas, ou más, mas com certeza interferem em muito no nosso dia à dia. Saber compreender e entender essas transformações, não nos faz melhor, nem pior do que ninguém. Apenas penso, que o principal disso tudo, é que tentemos enxergar o todo com uma visão, senão igual à que tínhamos há 40 anos atrás, mas que no mínimo continue sendo a menos retrógrada possível.


Se vocês não sabem, ainda existem pessoas na Feira Hippie de Ipanema, que não mudaram as suas convicções, mas que continuam antenadas e seguem seu caminho de forma inovadora e com a mente aberta.

Parabéns amigo Gabriel BertazzoliIvan Artesao, Marcos Sandro, Alexandre Victorio e Washington Luiz e outros tantos que vem fazendo a diferença nessa Feira Hippie de Ipanema.
A Feira Hippie De Ipanema merece mais pessoas como vocês, que lutam há 40 anos por uma vida alternativa e mais saudável.

sexta-feira, 5 de junho de 2015

Milhões de Vidas para Salvar

James Nachtwey, norte-americano nascido em Syracuse e criado em Massachusetts, formou-se na Dartmouth College, onde estudou História da Arte e Ciências Políticas (1966-70). Trabalhou a bordo de navios da Marinha Mercante e, enquanto aprendia a fotografar sozinho exerceu as funções de estagiário de edição de filmes documentários e motorista de caminhão.


As imagens da Guerra do Vietnã tiveram um forte impacto sobre ele e foram decisivas para a descoberta de sua vocação. Ele recorda como, nos anos 70, foi profundamente afetado pela famosa foto de Nick Ut, da menina vietnamita correndo nua e com a pele queimada após um ataque americano.

“Foi uma poderosa denúncia de guerra, da crueldade e da injustiça. Decidi seguir esta tradição”.