sábado, 12 de dezembro de 2015

O Que me Inspira a Escrever

O que me inspira quando quero escrever? 

Posso dizer que várias coisas me inspiram, mas colocarei aqui as principais. 

O barulho da chuva me traz lembranças, de uma vida tranquilo em um Rio de Janeiro, que na minha infância já era grande, mas parecia mais com uma grande cidade do interior. Nessas lembranças revisito meu passado.

O olhar de uma criança, sensibiliza qualquer um, e pode trazer para a minha mente personagens que vivem e pulsam dentro de mim. 

E o que direi de uma boa música erudita, nela consigo ver imagens que se escondem por entre suas notas, imagens as vezes tão próximas do real que até consigo transpô-las para o papel.

Para mim escrever é uma arte solitária e penso que se eu conseguir passar o que fiz apenas para um número pequeno de pessoas, isso já será um grande ganho. O que me importa mesmo é a satisfação de quem lê. Como eu gostaria de saber a reação de cada uma das pessoas que leram meu livro!

Minha interpretação do livro “A Semente” é diferente de tudo que eu possa imaginar, se eu lê-lo novamente, vou modificá-lo e assim sucessivamente, eternamente, pois cada conto é vivo, tem grande parte de mim neles; e como a vida segue seu curso de diversas maneiras devido ao nosso livre arbítrio, ou as várias escolhas que fazemos diante dela, as possibilidades de novos caminhos nos contos são infinitas.

Meus livros:


0 comentários:

Postar um comentário

Caso tenha gostado do que encontrou aqui, comente o artigo que acabou de ler.