sábado, 27 de fevereiro de 2016

A Beirada do Fim do Mundo

Um conto do livro "Universo Interior" de Victor S. Gomez.

"Era num passo lento que o Lúcio seguia pela estrada em direção à escola. Ele sempre andava assim, calmamente. Não era de muita conversa. Dizia não gostar de perder tempo com gente pequena. Era meio estranho, andava sempre sozinho, mas era meu amigo, dizia que eu tinha visão, por isso me aceitava. Quando tinha uma novidade vinha logo me contar. Parecia não ter família, nunca falava sobre seus pais, na verdade ninguém nunca havia visto seus pais. Acho que morava sozinho. De tempos em tempos, entrava na Mata da Cegonha para procurar pequenos animais para a sua coleção. Foi numa dessas incursões que ele encontrou a beirada do fim do mundo."


O livro Universo Interior é formado por contos, aonde são reveladas passagens de uma infância rica e cheia de fantasia, apresentadas por meninos que viveram em uma época em que tudo era possível, até mesmo acreditar que o improvável poderia ser realidade.

O livro nos remete a um passado não muito distante, de cidades interioranas, tranquilas, mas cheias de mistérios; e a um mundo interior que é o nosso interior, com problemas que não são revelados, mas que todos nós temos.

Um universo interior que pertence a todos, mas que só nós mesmos é que podemos administrá-lo.

0 comentários:

Postar um comentário

Caso tenha gostado do que encontrou aqui, comente o artigo que acabou de ler.