terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

O Surgimento da Escrita e do Comércio

O escambo foi uma das primeiras formas de comércio. Trocas naturais foram as primeiras formas comerciais de sucesso, e se desenvolveram até chegarem as atividades comerciais de hoje em dia. Precisar uma data para o surgimento do comércio é praticamente impossível. Sabemos que os Fenícios foram os primeiros comerciantes de sucesso que surgiram. Do escambo até hoje o comércio evoluiu bastante, mas as formas de interação com o público, ainda é praticamente a mesma. Vale dizer, que os árabes ainda hoje são os melhores comerciantes do mundo. Aprender técnicas de vendas é uma boa forma de melhorar suas vendas e uma dessas técnicas passa pela simpatia no atendimento, uma ótima maneira de conquistar novos clientes.

Eletro Cruz em Valença - RJ, simpatia e bom atendimento

Um dos fatores que facilitaram a expansão do comercio fenício se deve a proximidade com o mar e sua habilidade na fabricação de embarcações e suas técnicas de navegação marítima. Com isso os fenícios conseguiram expandir seu comercio por boa parte do mediterrâneo. 

Registrando todas as compras e vendas, mercadorias em estoque, nome de fregueses e onde eles moravam, os fenícios evitaram muita confusão. A ideia que tiveram de transformar o ideograma egípcio em um alfabeto de 24 letras, registrando tudo que faziam em placas de barro, usando esse método, facilitou todo o processo de compra e venda, além de fazer surgir o alfabeto.


A ideia dos fenícios teve grande aceitação no mundo antigo, o que facilitou o surgimento de outros alfabetos pelo mundo, e também a criação do alfabeto ocidental contemporâneo, com as letras que usamos hoje em dia.

Hoje devemos agradecer a esse povo batalhador, que nos possibilitou fazer viagens fantásticas sem mesmo sair do lugar, apenas lendo livros.

fonte: http://universodahistoria.blogspot.com.br/2010/10/os-comerciantes-fenicios.html

Essa é uma postagem em parceria com a ACIVA - Associação Comercial e Industrial de Valença - RJ.

0 comentários:

Postar um comentário

Caso tenha gostado do que encontrou aqui, comente o artigo que acabou de ler.