sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Bob Dylan ganha Nobel de Literatura 2016

Muitas vezes a discussão sobre o mérito do ganhador de um premio pode ser simplesmente inveja. Não tem como discordar da premiação de Bob Dylan, ganhador do Nobel de Literatura 2016, é só ver sua bibliografia, sua discografia e a quantidade de prêmios que ele recebeu durante toda sua carreira.

Veja a lista de livros, discos  e suas premiações no link:
http://g1.globo.com/pop-arte/noticia/2016/10/bob-dylan-ganha-o-premio-nobel-de-literatura-2016.html

Bob Dylan ganhou  com méritos o Nobel de Literatura 2016, depois de ter ganho o coração de milhões de pessoas no mundo inteiro, com um trabalho consistente e inovador. Seu trabalho influenciou grandes músicos, e bandas, inclusive os Beatles.


"Bob Dylan (nome artístico de Robert Allen Zimmerman; Duluth, 24 de maio de 1941), é um compositor, cantor, pintor, ator e escritor norte-americano.
Nascido no estado de Minnesota, neto de imigrantes judeus russos, aos dez anos de idade Dylan escreveu seus primeiros poemas e, ainda adolescente, aprendeu piano e guitarra sozinho. Começou cantando em grupos de rock, imitando Little Richard e Buddy Holly, mas quando foi para a Universidade de Minnesota em 1959, voltou-se para a folk music, impressionado com a obra musical do lendário cantor folk Woody Guthrie, a quem foi visitar em Nova York em 1961.
Em 2004, foi eleito pela renomada revista Rolling Stone o 7º maior cantor de todos os tempos e, pela mesma revista, o 2º melhor artista da música de todos os tempos, ficando atrás somente dos Beatles, e uma de suas principais canções, "Like a Rolling Stone", foi escolhida como uma das melhores de todos os tempos.Influenciou diretamente grandes nomes do rock americano e britânico dos anos de 1960 e 1970. Em 2012, Dylan foi condecorado com a Medalha Presidencial da Liberdade pelo presidente dos Estados Unidos Barack Obama."

Um dos melhores discos de Bob Dylan é o LP "Freewheelin' Bob Dylan - 1963". No vídeo, Blowing In The Wind (Live On TV, March 1963)

0 comentários:

Postar um comentário

Caso tenha gostado do que encontrou aqui, comente o artigo que acabou de ler.