quinta-feira, 15 de março de 2018

Bob Dylan, Cantor, Compositor, Pintor e Muito Mais

Internacionalmente conhecido como cantor e compositor, Bob Dylan também é autor, diretor de cinema, ator, disc jockey e artista visual. Uma das figuras mais influentes e, às vezes, controversas na música das últimas cinco décadas, vendeu mais de 110 milhões de discos em todo o mundo e, desde 1988, tocou em cerca de 100 shows por ano no "Never-Ending Tour". Há algum tempo ele vem pintando principalmente a vida: "Estou muito interessado em pessoas, histórias, mitos e retratos; pessoas de todas as classes".

Citado de uma entrevista com John Elderfield e publicado no catálogo da The Asia Series, 2011


Muitas vezes a discussão sobre o mérito do ganhador de um premio pode ser simplesmente inveja. Não tem como discordar da premiação de Bob Dylan, ganhador do Nobel de Literatura 2016, é só ver sua bibliografia, sua discografia e a quantidade de prêmios que ele recebeu durante toda sua vida.

Texto de Victor S. Gomez em homenagem a Bob Dylan.

A Encruzilhada

O garoto saiu de casa,
aquela vidinha não lhe pertencia.
Ainda era bem novo,
disse não querer mais continuar ali,
queria outra vida,
a poesia o chamava.
O tempo passou,
e ele foi crescendo,
tanto por fora,
quanto por dentro,
a vida lhe ensinou muito mais do que esperava.
Conheceu pessoas,
viu o mundo,
tudo surgiu diferente a sua frente,
como nunca tinha visto.
Passou pelo deserto,
tirou fotos ao lado de cactos.
A vida era mais espinhosa que eles.
Ei garoto,
tem certeza que você precisava roubar os discos do seu amigo.
Foi isso que ele fez quando chegou naquela cidade,
depois sumiu.
Os amigos foram atrás dele,
o encontraram em outra cidade,
cheio de desculpas,
disse que os tinha pego apenas emprestado.
Depois sumiu de novo,
foi visto depois das montanhas,
tinha ido visitar aquele cantor de folk,
aquele dos discos.
Mais uma vez despareceu,
alguns dizem que ele foi para a encruzilhada,
encontrar aquele homem que tinha certos poderes.
Ei garoto,
tem certeza que você precisava roubar os discos do seu amigo.
Tempos depois voltou,
tocando e cantando mais do que podia,
mais do que devia.
Quando lhe perguntam sobre essa história:
Ela é verdadeira garoto?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Caso tenha gostado do que encontrou aqui, comente o artigo que acabou de ler.

Mais Visitados: