quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

A Vida e a Arte de Stanislaw Szukalski

A Netflix está exibindo um documentário muito interessante sobre a vida e a arte de Stanislaw Szukalski produzido por George Dicaprio.

Uma mente que poucos tem, um artista único, que alguns tinham como insano, mas que nem por isso deixou de realizar obras fantásticas. Obras de um artista inquieto, que se achava o melhor de todos,  e que por isso teve sua carreira prejudicada inúmeras vezes, tornando-o um artista praticamente desconhecido nos dias de hoje.


Stanislaw Szukalski foi um pintor e escultor polonês-americano, que pretendia criar uma nova arte polonesa baseada em sua mitologia e história. Ele também desenvolveu a teoria histórico-pseudocientífica do Zermatismo, postulando que toda a cultura humana era derivada da Ilha de Páscoa pós-dilúvio e que a humanidade estava trancada em eterna luta com os Filhos Yetis (Yetinsyny), descendentes de Yeti e humanos.


Szukalski nasceu em Warta, na Polônia, e foi criado em Gidle, uma aldeia próxima. Ele chegou a Nova York com sua mãe, Konstancja, e sua irmã, Alfreda, em 27 de junho de 1907; eles então foram para Chicago para se juntar a seu pai, Dyonizy Szukalski, um ferreiro.  Uma criança prodígio em escultura, ele se matriculou aos 13 anos no Art Institute of Chicago. Um ano depois, o escultor Antoni Popiel persuadiu os pais de Szukalski a enviá-lo de volta à Polônia, para se matricularem na Academia de Belas Artes de Cracóvia em 1910. Lá ele estudou escultura sob Konstanty Laszczka por três anos. Ele retornou a Chicago em 1913.


Durante a segunda gurra mundial, seu atelier localizado na Polônia foi bombardeado e ele perdeu todo seu acervo de obras.

https://www.netflix.com/browse

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Caso tenha gostado do que encontrou aqui, comente o artigo que acabou de ler.

Mais Visitados: